PUBLICIDADE
Mundo
Documentário BBC

Cão que matou o dono durante gravação tinha consumido drogas, segundo investigação

Segundo o documento, após exame veterinário toxicológico, foram encontrados elevados níveis de droga na urina do animal

18:53 | 13/09/2017
Um cão da raça Bull terrier de Staffordshire atacou seu dono em março deste ano (Foto: Divulgação)
O cão que matou o próprio dono durante as gravações de um documentário sobre Drogas para a britânica BBC, estava sob efeitos de drogas, de acordo com a conclusão do inquérito de uma corte de Londres.
 
Mario Perivoitos, de 41 anos, estava no meio da gravação do documentário "Mapa das Drogas da Grã-Bretanha", quando sofreu um ataque epilético e em seguida foi atacado pelo cão, da raça um bull terrier de Staffordshire. Os jornalistas presentes tentaram afastar o animal mas não deu tempo. Mario, chegou no hospital com graves ferimentos no pescoço e no rosto. Com um quadro hemorrágico veio a óbito.
 
Segundo o documento, após exame veterinário toxicológico, foram encontrados elevados níveis de droga na urina do animal e, possivelmente por isso, ele teria agido com violência contra o próprio dono. A droga teria sido ingerida pelo animal.
 
Ainda de acordo com o inquérito, Mario também havia consumido cocaína, o que foi apontado como principal razão para o ataque epilético que sofreu momentos antes de ser atacado.
 
O caso aconteceu em março deste ano. O inquérito final faz agradecimentos a BBC pela tentativa de salvar Mario e sugere que o cão seja sacrificado. 
 
Redação O POVO Online