PUBLICIDADE
Notícias

Jovem de 21 anos é encontrado depois de 47 dias desaparecido na Cordilheira do Himalaia

No dia seguinte os familiares já perceberam que havia algo errado, pois nenhum dos dois ligou para eles como prometido. Após a falta de comunicação a ajuda oficial foi acionada

18:36 | 27/04/2017
Liang no hospital com a família depois de ser resgatado
Liang no hospital com a família depois de ser resgatado

[FOTO1]Depois de 47 dias desaparecido na Cordilheira do Himalaia, Liang Sheng Yueh, de 21 anos, foi encontrado por uma equipe de resgate nesta quarta-feira, 26, em uma ravina, uma passagem estreita e profunda entre duas montanhas que fica numa altitude de 2.600 metros.

 

Lá ficaram presos ele e a namorada Liu Chen Chun, 19, mas, segundo informações da BBC, ela faleceu três dias antes do resgate, foi o que Liang disse a seu médico. Ele e a namorada são ambos de Taiwan e alunos do primeiro ano da Universidade Nacional de Dong Hwa, em Taiwan. Chegaram ao Nepal em fevereiro passado e saíram para uma caminhada no norte de Dhadin, dia 9 de março, foi quando foram vistos pela última vez antes de desaparecerem. Nesse dia caía uma neve intensa

 

[FOTO2]No dia seguinte os familiares já perceberam que havia algo errado, pois nenhum dos dois ligou para eles como prometido. Após a falta de comunicação a ajuda oficial foi acionada. O pai de Liang então viajou ao Nepal para participar das buscas que contavam com três guias e um helicóptero. O jornal "Taipei Times" disse que guia e jornais locais também foram alertados, mas as nevascas e avalanches constantes dificultavam as buscas.

 

Madhav Basnet, um dos oficiais que participou da operação de resgate, disse ao jornal britânico The Guardian que os dois foram encontrados em Tipling, região ao norte de Dhading. Explicou que eles seguiram um rio que corria descendo a montanha na esperança de encontrar uma vila, mas ficaram presos quando chegaram à beira de uma cachoeira, escorregaram e não conseguiram mais subir de volta.

 

Quando foi encontrado Liang estava dormindo e, depois de resgatado, verificaram que tinha perdido 30 quilos, pois ele e a namorada estavam de início sobrevivendo de batatas e macarrão, porém os suprimentos acabaram e ficaram a base de água. Ele também estava com várias picadas de vermes e insetos, a cabeça tinha muitos piolhos e o pé estava coberto de larvas. No entanto, não havia traumatismos e conseguia falar lentamente. Ele está sendo tratado no hospital de Katmandu, que é para onde ele foi levado de helicóptero logo depois que havia sido encontrado.

 

TAGS