PUBLICIDADE
Notícias

Cineasta iraniano não irá à cerimônia do Oscar em protesto a decreto de Trump

Decreto que restringe a entrada de estrangeiros de sete países nos Estados Unidos gerou uma onda de protestos

12:19 | 30/01/2017
NULL
NULL
[FOTO1] Cineasta iraniano, Asghar Farhadi, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro por "O apartamento", afirmou que não irá comparecer à cerimônia em protesto as medidas de restrição contra estrangeiros impostas por Trump na noite da última sexta-feira, 27.

Farhadi pretendia comparecer à cerimônia que está marcada para acontecer, no próximo dia 26. Entretanto, os planos mudaram após os decretos adotados pelo governo americano que irá barrar a entrada nos Estados Unidos de estrangeiros vindos do Irã, Síria, Iêmen, Líbia, Iraque, Somália e Sudão.

[SAIBAMAIS]
Os filmes do cineasta são considerados uma ponte entre a cultura iraniana e a americana. Em 2012, Asghar Farhadi ganhou o Oscar de melhor filme em língua estrangeira pelo longa "A separação". "Insuflar o medo no outro é um dos meios preferidos para justificar comportamentos extremistas e fanáticos por gente fechada", afirmou Farhadi.

Além do cineasta, a atriz principal de "O apartamento", a iraniana Taraneh Alidoosti, já havia anunciado que não irá à cerimônia do Oscar em protesto contra as medidas do governo americano.
 
Redação O POVO Online 
TAGS