PUBLICIDADE
Notícias

Maduro aumenta salário mínimo em 40% na véspera de greve geral

"Decreto e assinarei 40% de aumento integral do salário mínimo legal dos trabalhadores"

15:15 | 27/10/2016

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira um aumento de 40% no salário mínimo dos trabalhadores, na véspera de uma greve geral convocada para sexta-feira pela oposição para pressionar por sua saída do poder.


"Decreto e assinarei 40% de aumento integral do salário mínimo legal dos trabalhadores", manifestou Maduro em um ato público de entrega de casas. Este montante, de 90.911 bolívares (137,8 dólares), inclui salários e um adicional de alimentação.


AFP
TAGS