PUBLICIDADE
Notícias

Justiça britânica ordena que Uber pague salário mínimo aos seus motoristas

O tribunal britânico decidiu nesta sexta-feira, 28, que a empresa Uber deve pagar aos seus motoristas salário mínimo e dar férias

19:45 | 28/10/2016
Foto de um usuários chamando um Uber
Foto de um usuários chamando um Uber

[FOTO1]O tribunal britânico decidiu nesta sexta-feira, 28, que a empresa Uber deve pagar um salário mínimo e oferecer direito às férias aos seus motoristas. Essa medida muda a forma como o aplicativo enxerga os seus colaboradores, que passam a ser funcionários ao invés de autônomos.

A decisão foi motivada após dois motoristas argumentarem que o aplicativo agia contra as leis trabalhistas. Os casos foram trazidos para um tribunal britânico em julho. As informações são da Folha de SP.


“Esta é uma vitória monumental que terá um impacto enormemente positivo sobre os motoristas e para outros milhares em setores em que o falso trabalho autônomo é abundante”, declarou a diretora legal do sindicato GMB, Maria Ludkin.


A justiça britânica ordenou que a Uber deve pagar aos motoristas o salário mínimo, estabelecido atualmente em 7,20 libras esterlinas para maiores de 21 anos. Além disso, determinou que as horas de trabalho dos colaboradores devem ser contadas a partir do momento em que se conectam ao aplicativo.  


Diante desse caso, a empresa afirmou que irá recorrer, pois a medida pode afetar outros serviços, como o Deliveroo, em que pessoas realizam entregas por várias empresas sem ter contratos fixos.

Redação O POVO Online

TAGS