PUBLICIDADE
Notícias

Quem será o novo capitão da seleção alemã?

14:16 | 29/08/2016
Amistoso contra a Finlândia marca a despedida de Schweinsteiger e deixa órfã a braçadeira de capitão. Em novo ciclo, Joachim Löw tem Sami Khedira, Jérôme Boateng, Toni Kroos e Manuel Neuer como opção. Sami Khedira, Jérôme Boateng, Toni Kroos ou Manuel Neuer quem será o novo capitão da seleção alemã? Antes do primeiro encontro da Nationalelf em Düsseldorf, onde a Alemanha se prepara para o amistoso de quarta-feira contra a Finlândia, o treinador Joachim Löw deixou sem resposta as indagações sobre a faixa de capitão. "De minha parte a decisão está tomada, mas eu quero primeiramente falar sobre isso com a equipe", disse Löw. O novo capitão da seleção alemã será anunciado somente após a partida amistosa contra a Finlândia. "Para mim, a questão não é tão determinante", completou o treinador. "Vou dar a faixa de capitão a um jogador, mas nós temos um conselho de jogadores bastante funcional e que assumi bastantes responsabilidades. Importante para mim é que eu tenha vários interlocutores que possuam aceitação na equipe." Em seu jogo de despedida da seleção alemã, Bastian Schweinsteiger usará a faixa de capitão. O volante, que vestiu a camisa da Alemanha em 120 partidas (quarto, atrás de Lukas Podolski, Miroslav Klose e Lothar Matthäus), anunciou depois da Eurocopa 2016 sua aposentadoria da seleção alemã. No amistoso contra a Finlândia, sob o lema de "Adeus, Basti!", Schweinsteiger terá a oportunidade de se despedir da Nationalelf perante o público alemão. Portas se abrem para jovens jogadores "Uma vez ou outra, mudanças e sangue novo são necessários numa equipe", afirmou Löw, comentando a aposentadoria de Schweinsteiger seguida pelo atacante Lukas Podolski, poucos dias depois. Isso abre as portas para jovens jogadores, que agora teriam chances. "Eu convoquei Julian Brandt (atacante, Bayer Leverkusen), que já esteve com a gente, Niklas Süle (zagueiro, Hoffenheim) e Max Meyer (meia, Schalke 04). Estes jogadores, naturalmente, também receberão oportunidade de jogar na quarta-feira", disse Löw. Além deles, o treinador também mencionou o meia Leon Goretzka (Schalke 04) e o defensor Jonathan Tah (Bayer Leverkusen), que já esteve no plantel da Eurocopa 2016, como importantes atletas com perspectivas. Com a partida frente à Finlândia e o início da Eliminatória para a Copa do Mundo de 2018, no próximo domingo, na Noruega, começa para Löw e para a seleção alemã o próximo ciclo de dois anos. Um ano antes do Mundial na Rússia, no entanto, a atual campeã mundial participará da Copa das Confederações. Um torneio teste para a Copa do Mundo, mas que não anima Löw. "Quero usar a Copa das Confederações como um torneio de perspectiva", disse. Com vistas à defesa do título mundial em 2018, nem todos os jogadores considerados titulares serão levados à Copa das Confederações. "Precisamos da pausa necessária antes de uma Copa do Mundo. e três torneios sem um descanso não seria ideal para alguns jogadores, certamente", explicou. Autor: Andreas Sten-Ziemons (pv)
TAGS