PUBLICIDADE
Notícias

Medidas anti-zika da China podem atrapalhar cadeias de fornecimento

22:20 | 16/08/2016
A China, onde metade dos contêineres do mundo transitam, intensificou suas medidas anti-zika com o tratamento para o combate do mosquito transmissor em compartimentos oriundos de portos de mais de 60 países, incluindo os Estados Unidos, a maioria dos países da América do Sul e muitas nações asiáticas.

A nova lista aumenta o número de países em um rol já existente em cerca de 15% e operadores de contêineres dizem que isso pode atrasar cadeias de fornecimento, uma vez que os compartimentos devem ser dedetizados separadamente com agentes especiais antes de serem transportados para o interior da China em caminhões e trens. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS