PUBLICIDADE
Notícias

Alemanha investiga banco ligado ao pai de atirador de Orlando

18:20 | 15/06/2016
Investigadores federais da Alemanha afirmaram nesta quarta-feira que estão monitorando uma conta em um banco de Duesseldorf mantida por Seddique Mateen, pai do atirador Omar Mateen, que matou 49 pessoas no último domingo em uma boate gay de Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos. As autoridades alemãs disseram que estão em contato com agentes norte-americanos.

O jornal alemão Rheinischen Post noticiou que Seddique Mateen divulgou a existência da conta em um vídeo de 2013, em que pedia doações. A publicação afirma que agora a conta está fechada e recebeu apenas dois pagamentos, de �70 e �100.

O pai do atirador tem diversos vídeos na internet em que fala sobre questões políticas afegãs no idioma Farsi. Ele se nomeia como o 'presidente revolucionário afegão', mas seu nome não é conhecido no cenário do país.

A porta-voz da Polícia Federal Criminal, Barbara Huebner, disse que sua equipe está investigando para ver se há alguma relevância para o caso de Orlando, mas se recusou a dar detalhes. Fonte: Associated Press

TAGS