PUBLICIDADE
Notícias

Caminho livre para Donald Trump

14:21 | 04/05/2016
Segundo imprensa americana, governador John Kasich, único adversário restante do magnata na corrida republicana à Casa Branca, deve anunciar sua saída da campanha eleitoral. Último concorrente de Donald Trump pela indicação do Partido Republicano à disputa pela presidência dos EUA, John Kasich cancelou nesta quarta-feira (04/05) uma aparição à mídia e marcou um anúncio na cidade de Columbos, Ohio, de acordo com conselheiros de sua campanha. Segundo a rede NBC News, Kasich vai abandonar a campanha eleitoral. O provável anúncio de Kasich que conseguiu ganhar somente a primária disputada em seu estado e a desistência de Ted Cruz após ser derrotado por Trump nas primárias desta terça-feira no estado de Indiana deixam o caminho livre para o magnata americano disputar a presidência dos EUA pelo Partido Republicano. Ao reagir à saída de Cruz, Trump afirmou que o rival é um "adversário duro" e com um "grande futuro". Ele disse, ainda, que será o grande vencedor das eleições presidenciais de novembro. "Vamos atrás de Hillary Clinton. Vamos vencer em novembro e vamos vencer para valer, e os EUA vão ficar em primeiro lugar", disse. Com a vitória em Indiana, Trump ficou a menos de 200 delegados de obter a nomeação em termos matemáticos, apesar de ainda não terem votado estados populosos, como a Califórnia e Nova Jersey. Mesmo contando até agora com o maior número de delegados nas primárias, Trump não é aceito por boa parte da cúpula republicana. O senador de Nebraska Ben Sasse disse que não deverá apoiar Trump e que a vitória em Indiana não muda a sua posição. Já entre os democratas, a vitória em Indiana foi do senador de Vermont Bernie Sanders, apesar de as sondagens iniciais terem dado Hillary Clinton como vencedora. O resultado, porém, não tem grande influência sobre a atual situação, pois Hillary já tem 92% dos delegados que precisar para ser indicada como candidata do Partido Democrata à presidência. FC/rtr/afp/ap/lusa
TAGS