PUBLICIDADE
Notícias

EUA anunciam envio de mais militares ao Iraque

16:36 | 18/04/2016
Secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, e o ministro da Defesa iraquiano, Khaled al-Obeidi, em BagdáMais de 200 homens devem reforçar a campanha militar americana contra o grupo extremista "Estado Islâmico". Secretário de Defesa dos EUA reúne-se com autoridades locais Bagdá. Os Estados Unidos vão enviar mais militares ao Iraque, a fim de reforçar a campanha contra o grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI), anunciou o secretário de Defesa do país, Ashton Carter, nesta segunda-feira (18/04). "Vamos trazer reforço adicional", afirmou o oficial em visita não anunciada a Bagdá, onde se reuniu com o primeiro-ministro do país, Haider al-Abadi, e com o ministro da Defesa, Khaled al-Obeidi. Segundo Jeff Davis, porta-voz do Pentágono, 217 tropas serão enviadas ao Iraque, aumentando o número oficial de tropas americanas no país para 4.087. A ideia é que esses soldados se aproximem das linhas de frente do conflito, auxiliando as forças iraquianas no combate ao grupo extremista. Helicópteros para retomar Mosul Carter também confirmou o envio de oito helicópteros Apache aeronave de ataque do Exército americano, capaz de responder "rapidamente" e "dinamicamente", segundo o secretário de Defesa. É a primeira vez que os EUA disponibilizam tais helicópteros às forças iraquianas. De acordo com Carter, eles ajudarão o Iraque a cercar e, eventualmente, retomar a cidade de Mossl, uma das maiores do país, há quase dois anos sob comando do EI. O Pentágono também irá providenciar até 415 milhões de dólares para unidades militares peshmerga, na região autônoma curda do Iraque, uma vez que o governo curdo enfrenta um grave déficit orçamentário. Os EUA lideram uma coligação internacional para combater o EI no Iraque e na Síria. Na semana passada, o Exército iraquiano, treinado por militares americanos e apoiado por ataques aéreos, retomou a região de Hit, também dominada pelo grupo terrorista. EK/afp/ap/lusa/rtr
TAGS