PUBLICIDADE
Notícias

Polícia escocesa investiga morte de muçulmano considerada preconceito religioso

19:40 | 26/03/2016
A polícia da Escócia diz que o assassinato de um comerciante muçulmano que desejou aos cristãos uma feliz Páscoa está sendo investigada como "preconceito religioso". Asad Shah morreu na quinta-feira a noite, em Glasgow. Ele aparentemente tinha postado mensagens no Facebook pedindo harmonia religiosa: "Boa sexta-feira e muito feliz Páscoa, especialmente para minha amada nação cristã!"

A polícia diz que um homem de 32 anos foi preso, suspeito de conexões com a morte de Shah. O homem, que a polícia diz ser muçulmano, não foi identificado ou acusado.

Vigílias foram feitas na sexta-feira e no sábado em memória de Shah. O primeiro-ministro escocês, Nicola Sturgeon, participou na sexta-feira da vigília em solidariedade ao comerciante e sua família, em Glasgow. Muitos acenderam velas e deixaram flores. Cerca de 150 pessoas se reuniram neste sábado para homenageá-lo, em um evento organizado por adolescentes locais.

A polícia escocesa afirma que "uma investigação completa está em andamento para estabelecer as circunstâncias que envolvem a morte, que pode ser tratada como preconceito religioso".

Fonte: Associated Press

TAGS