PUBLICIDADE
Notícias

Partido Socialista tenta formar novo governo na Espanha

12:50 | 01/03/2016
O líder do Partido Socialista da Espanha, Pedro Sanchez, espera persuadir a maioria dos deputados na Câmara a tentar a formação de um novo governo, mas a falta de suporte de outros partidos sugere que ele não terá sucesso.

O discurso de hoje de Sanchez será seguido de debate e de uma votação amanhã, na qual ele irá precisar da maioria dos 350 parlamentares para ser bem-sucedido.

Mas os socialistas, que conquistaram 90 assentos na Câmara na eleição de 20 de dezembro, têm o apoio apenas do partido de centro Ciudadanos, que detém 40 cadeiras. Tanto o conservador Partido Popular, com 123 assentos, quanto o parido de extrema esquerda Podemos, com 49 posições, disseram que irão votar contra a proposta.

Sanchez terá uma nova chance na sexta-feira, quando será necessário apenas mais votos a favor do que contra. Mas, a menos que vários partidos mudem de tática e o apoiem, ou ao menos se abstenham, é provável que ele não vença nessa tentativa também.

Se ele falhar nas duas votações, o Parlamento terá dois meses para escolher um governo ou convocar novas eleições em 26 de junho.

O Partido Popular chegou à frente nas eleições de dezembro, mas seu líder, o atual primeiro-ministro Mariano Rajoy, se recusou a tentar formar um governo alegando falta de apoio. Fonte: Associated Press

TAGS