PUBLICIDADE
Notícias

Papa lamenta atentado em parque do Paquistão na Páscoa

14:30 | 28/03/2016
O papa Francisco lamentou nesta segunda-feira o atentado de domingo em um parque de diversões do Paquistão, que tinha cristãos como alvos. O pontífice considerou o ato "vil e abominável", além de fazer um pedido pela proteção das minorias religiosas.

Francisco disse aos fiéis reunidos na Praça São Pedro que a maioria dos que morreram era de integrantes de famílias cristãs, grupo minoritário no Paquistão, que celebravam a Páscoa. As autoridades paquistanesas disseram, porém, que a maioria das vítimas identificada até agora era de muçulmanos. As autoridades disseram, de qualquer modo, que há cristãos entre os 72 mortos.

O pontífice pediu que as autoridades paquistanesas façam "todo o possível para restabelecer a segurança e a serenidade" dos paquistaneses, especialmente as minorias religiosas, nesse país de maioria muçulmana. Também afirmou que a violência e o ódio assassino conduzem somente à tristeza e à destruição e que o respeito e a fraternidade são o único caminho para a paz.

"O domingo de Páscoa foi ensanguentado por um ataque abominável, que massacrou tantos inocentes, em sua maioria integrantes da minoria cristã, especialmente mulheres e crianças, reunidos no parque para passar com alegria o feriado de Páscoa", disse Francisco nesta segunda-feira. O papa pediu orações para acabar com as ações de "pessoas violentas, que semeiam o terror e a morte". Fonte: Associated Press.

TAGS