PUBLICIDADE
Notícias

Espanha registra 2.231 desempregados adicionais em fevereiro

O aumento afetou especialmente o setor agrícola, onde 14.029 pessoas perderam seu emprego

07:45 | 02/03/2016
O número de desempregados aumentou levemente em fevereiro na Espanha, com 2.231 pessoas a mais em relação a janeiro (%2b0,05%), acumulando um total de 4,152 milhões de pessoas, informou nesta quarta-feira o ministério do Emprego.
Esta é a primeira alta em fevereiro em dois anos.
 
O aumento afetou especialmente o setor agrícola, onde 14.029 pessoas perderam seu emprego ( 7,09%). Por sua vez, o desemprego diminuiu nos demais setores, como a construção (-1,5%), a indústria (-1,02%) e os serviços (-0,35%). O aumento foi visto especialmente entre os mais jovens, um dos grupos mais afetados pela falta de emprego e dentro do qual foram registrados 12.342 desempregados a mais em relação a janeiro ( 3,65%).
 
Em relação ao mês de fevereiro de 2015, o número de desempregados, segundo os números do ministério, baseados no número de inscritos nos centros de emprego da Segurança Social, caiu em 359.167 pessoas (-7,96%). Depois de recuperar o crescimento econômico desde o fim de 2013, a Espanha ainda segue distante de sanear seu mercado de trabalho após a forte queda do emprego vivida durante a crise (2008-2013), quando havia mais de cinco milhões de desempregados e a taxa de desemprego chegou a 27% da população ativa.
 
Segundo o Instituto Nacional de Estatística, a Espanha finalizou 2015 com uma taxa de desemprego de 20,9%, enquanto o crescimento do Produto Interno Bruto se situou em 3,2%. Na Eurozona, apenas na Grécia é registrada uma taxa de desemprego mais alta, de 24,7% em novembro, segundo os dados divulgados no início de fevereiro pelo serviço grego de estatísticas.  
AFP 
 
 
TAGS