PUBLICIDADE
Notícias

Deputados haitianos rejeitam novo governo

Em 15 de fevereiro, deputados e senadores nomearam Jocelerme Privert presidente interino por um período de 120 dias

05:56 | 21/03/2016
A Assembleia Nacional haitiana rejeitou no domingo à noite o governo do primeiro-ministro Fritz-Alphonse Jean, nomeado pelo presidente interino do Haiti, Jocelerme Privert.

O primeiro-ministro precisava do voto de 60 deputados dos 75 presentes para conseguir a aprovação de sua declaração de política geral e a composição de seu governo.

Depois de uma sessão de mais de quatro horas, 38 deputados votaram a favor, 36 contra e um optou pela abstenção.

Os deputados do PHTK, partido do ex-presidente Michel Martelly, foram os principais responsáveis pelos votos contrários.

O Haiti vive uma profunda crise política desde que o processo eleitoral foi interrompido em janeiro. Por protestos da oposição, o segundo turno da eleição presidencial foi adiado, o que impediu Martelly de entregar o poder a um sucessor eleito nas urnas ao concluir seu mandato em 7 de fevereiro.

Um acordo para acabar com a crise assinado em 6 de fevereiro entre Martelly e Privert, então presidente da Assembleia Nacional, atribuiu ao Parlamento a missão de eleger um presidente interino para ocupar o vazio institucional.

Em 15 de fevereiro, deputados e senadores nomearam Jocelerme Privert presidente interino por um período de 120 dias.

Privert tem a responsabilidade de organizar em pouco mais de um mês, para o dia 24 de abril, o segundo turno das eleições presidenciais e parlamentares parciais. Ele deve deixar o cargo em 14 de maio e entregar o poder a um presidente eleito pelo povo.

Após a rejeição do governo pelos deputados, o presidente interino deve apresentar o nome de outro primeiro-ministro e propor um novo governo, antes de designar os membros do Conselho Eleitoral.

AFP
TAGS