PUBLICIDADE
Notícias

Médicos diagnosticam múltipla infecção de três vírus transmitidos pelo Aedes aegypt

O relato causou debate por outros grupos de médicos a respeitos da veracidade do caso, pois testes de anticorpos não são capazes de diferenciar bem os vírus da dengue e do zika

16:17 | 04/02/2016
NULL
NULL
Um homem de 49 anos foi diagnosticado, no munícipio de Sincelejo, na Colômbia, por um grupo de infectologistas com dengue, chikingunya e zika. É o primeiro caso de infecção dos três vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti notificado. Segundo os médicos, o paciente costumava viajar por diversos cantos do país se expondo aos vírus.

O caso está sendo discutido e avaliado por especialistas desde a publicação de um estudo do grupo na revista “Journal of Infection and Public Health”. Segundo o artigo da Universidade de Cartagena, o paciente passa bem após as medicações para controlar os sintomas.

Os exames de anticorpos foram realizados  para detectar os três vírus e todos resultaram positivos. O homem chegou ao hospital com 38º C, conjuntivite e manchas avermelhadas nas costas e nos braços. Além desses sintomas, os médicos identificaram avermelhamento dos gânglios linfáticos e inchaço nas pernas. 
 
[SAIBAMAIS3] 

O relato causou debate por outros grupos de médicos a respeitos da veracidade do caso, pois testes de anticorpos não são capazes de diferenciar bem os vírus da dengue e do zika. Em contrapartida, os cientistas afirmaram ter diagnosticado o zika vírus por testes de material genético.

Há possibilidade de outros casos semelhantes possam apresentar complicações específicas já que o prognóstico varia de cada paciente. Além disso, os pesquisadores alertam aos países como Brasil e Colômbia sobre a atenção a infecção múltipla pelos três vírus transmitidos pelo Aedes aegypti.
 
Redação O POVO Online 
TAGS