PUBLICIDADE
Notícias

Venezuela revisa relações com Espanha e Madri convoca embaixador

11:45 | 23/01/2016
O governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, rechaçou nesta sexta-feira as supostas ingerências do premiê espanhol, Mariano Rajoy, em assuntos domésticos e anunciou que vai rever as relações com a Espanha.

Em um comunicado, a chancelaria venezuelana expressou "seu mais absoluto rechaço ante a reiterada ingerência do presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, em assuntos internos da Venezuela, que viola flagrantemente o Direito Internacional e pretende ofender a dignidade do povo venezuelano".

"Rajoy, que conta com um rechaço de 75% do eleitorado espanhol, reincide em sua fracassada obsessão de conseguir votos na Venezuela, fazendo de sua irresponsável ação em matéria de política exterior um descarado intervencionismo", diz a nota.

O comunicado do ministério das Relações Exteriores venezuelano coincidiu com o anúncio do governo de Madri de que convocou o embaixador em Caracas para reiterar seu protesto contra Maduro.

A chancelaria espanhola informou que o governo reiterou ao embaixador Mario Isea Bohórquez seu rechaço às declarações do presidente Maduro em 20 de janeiro, segundo as quais Rajoy seria um "racista" e "colonialista".

O governo espanhol convocou o embaixador venezuelano duas vezes no ano passado por razões similares. Fonte: Associated Press.

TAGS