Manifestantes iraquianos pedem suspensão das relações com a Arábia SauditaNotícias do Mundo
PUBLICIDADE
Notícias


Manifestantes iraquianos pedem suspensão das relações com a Arábia Saudita

15:55 | 04/01/2016
Milhares de iraquianos foram às ruas em Bagdá, Najaf e Basra para protestar após a execução do clérigo xiita Nimr al-Nimr na Arábia Saudita.

Em Bagdá, manifestantes organizados pelo influente clérigo xiita Muqtada al-Sadr, pedem a suspensão das relações diplomáticas com Riad. Jovens queimaram bandeiras americanas, britânicas e israelenses.

Hakim al-Zamili, presidente da segurança parlamentar e comitê da defesa, acusa os sauditas de "implantar a revolta entre os muçulmanos".

Domingo à noite em Hilla, sul de Bagdá, duas mesquitas sunitas foram bombardeadas e danificadas.

O oficial da segurança provincial, Falah al-Khafaji, afirmou que o Estado Islâmico foi o responsável pelo ataque e quis "atiçar as tensões sectárias". Nenhum grupo assumiu a autoria, mas os ataques do Estado Islâmico geralmente têm mesquitas como alvo. Fonte: Associated Press.

TAGS