PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Hollande: ameaças continuam um ano após os ataques contra a França

22:25 | 07/01/2016
O presidente da França, François Hollande, disse que o que ele chama de "ameaça terrorista" vai continuar a pesar sobre a o país que foi atacado há um ano por extremistas islâmicos.

Em 7 de janeiro de 2015, dois irmãos nascidos na França mataram 11 pessoas dentro do prédio da revista satírica Charlie Hebdo - um policial também foi morto na entrada do edifício.

Em um discurso para forças policiais encarregadas de proteger o país contra novos ataques, Hollande disse que o governo estava aprovando novas leis para aumentar a segurança, mas ponderou que a ameaça permanece alta.

Hollande pediu especificamente por uma maior vigilância de cidadãos "radicalizados" que se uniram ao Estado Islâmico ou outros grupos jihadistas na Síria e no Iraque quando voltarem à França.

"Precisamos ser capazes de forçar essas pessoas - e apenas essas pessoas - a cumprirem certas obrigações e, caso necessário, colocá-las sob prisão domiciliar... porque elas são perigosas". Fonte: Associated Press.

TAGS