PUBLICIDADE
Notícias

EUA estão preparados para solução militar na Síria, diz Biden

15:03 | 23/01/2016
Biden (esq.) visita Davutoglu em IstambulEm visita à Turquia, americano afirma que países poderão usar poder militar para acabar com "Estado Islâmico". Ele considera ainda que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) é tão ameçador à Ancara quanto o EI. O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou neste sábado (23/01) que o país e a Turquia estão preparados para uma solução militar na Síria, caso a diplomacia não funcione. Em visita ao primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, o americano elogiou ainda as ações tomadas por Ancara para melhorar a segurança de sua fronteira contra os militantes do "Estado Islâmico" (EI). "Sabemos que seria melhor se pudéssemos chegar a uma solução política, mas estamos preparados para, se isso não for possível, ter uma solução militar para esta operação e acabar com o Daesh [acrônimo em árabe para EI]", afirmou Biden em entrevista coletiva após uma reunião com Davutoglu, em Istambul. O vice-presidente americano acrescentou que os dois discutiram como poderiam apoiar ainda mais as forças rebeldes árabes sunitas que lutam para retirar do poder o presidente da Síria, Bashar al-Assad. Ele disse, ainda, que os EUA consideram que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) configura uma ameaça à Turquia de forma semelhante ao grupo jihadista EI, descrevendo os militantes curdos como "um grupo terrorista, puro e simplesmente". O PKK, apresentado como um grupo terrorista por Washington e União Europeia, matou dezenas de membros das forças de segurança em ataques desde que a trégua entre Ancara e o partido fracassou, em julho do ano passado. FC/rtr/dpa/afp/ap/lusa
TAGS