PUBLICIDADE
Notícias

Credit Suisse e Barclays devem pagar US$ 150 milhões em acordo sobre dark pools

13:45 | 31/01/2016
O Credit Suisse Group AG e o Barclays PLC devem concordar em pagar, juntos, cerca de US$ 150 milhões para um acordo que encerre investigações sobre seus "dark pools", segundo informaram fontes. Os acordos deverão ser firmados com o órgão regulador do mercado de capitais, a Securities and Exchange Commission (SEC) e a Procuradoria-geral de Nova York. Um anúncio pode ocorrer já na segunda-feira.

Representantes da SEC, do Barclays e do Credit Suisse se recusaram a responder. O escritório da Procuradoria-geral não respondeu imediatamente.

Os acordos se tornarão os maiores já realizados sobre os dark pools, que são espaços de negociação de ações de gestão privada os quais tem passado por grande escrutínio nos últimos anos. Reguladores e outros críticos acusam os dark pools de darem vantagens indevidas para operadores profissionais em detrimento de grandes instituições.

O maior acordo até hoje envolveu pagamento à SEC de US$ 20,3 milhões pela firma de corretagem Investment Technology Group, em agosto. A empresa admitiu ter cometido erros.

Sob o acordo planejado, o Credit Suisse deverá pagar cerca de US$ 85 milhões, sendo que US$ 30 milhões irão para a SEC, outros US$ 30 milhões para a Procuradoria-geral e US$ 24,3 milhões serão lucros devolvidos, segundo as fontes.

O Barclays deve pagar US$ 60 milhões, afirmaram as fontes. A maior parte do acordo deve ir para a Procuradoria-geral, que conduziu uma acusação de fraude em junho que tinha relação com o dark pool do Barclays. Nesse caso, a Procuradoria-geral alegou que o Barclays enganou clientes sobre a relevância das negociações de alta frequência em seu dark pool.

Os dark pools foram criados originalmente para ajudar compradores e vendedores a trocarem ações com maior grau de anonimato - e em alguns casos em transações de maior volume - do que se poderia alcançar no mercado de ações tradicional. Eles também ajudam os bancos a cortar custos porque não há a necessidade de pagar taxas às bolsas de valores quando os negócios são feitos nos dark pools. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS