Cameron minimiza ameaças do Estado IslâmicoNotícias do Mundo
PUBLICIDADE
Notícias


Cameron minimiza ameaças do Estado Islâmico

14:25 | 04/01/2016
O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, minimizou nesta segunda-feira as ameaças feitas pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em um vídeo veiculado no final de semana na internet.

"É um material desesperado feito por uma organização que faz o máximo para ser a mais desprezível possível", disse Cameron sobre o vídeo em que cinco supostos espiões britânicos são mortos a tiros por homens encapuzados. "É um grupo que também está perdendo território e, acredito, a simpatia das pessoas."

Autoridades de inteligência britânicas estão estudando o vídeo para obter pistas sobre a identidade do homem mascarado que aparece no vídeo prometendo, em inglês com sotaque britânico, invadir o Reino Unido e estabelecer a sharia. Aparentemente, ele é um substituto para Mohammed Emwazi, o terrorista de sotaque britânico que decepava cabeças de reféns nos primeiros vídeos do IS e ficou conhecido como "Jihadi John". Emwazi foi morto em um ataque de drone em novembro, na Síria.

Este é o primeiro vídeo do Estado Islâmico a ameaçar o Reino Unido desde que o parlamento britânico aprovou, em dezembro, uma autorização dando poderes a Cameron para lançar ataques aéreos em posições do grupo extremista na Síria.

"Estamos examinando o conteúdo do vídeo. Ele serve como uma lembrança da barbaridade do EI e do que o mundo enfrenta com estes terroristas", disse Helen Bower, porta-voz do primeiro-ministro. "Ele também é claramente uma peça de propaganda e deve ser tratada como tal." Fonte: Associated Press.

TAGS