PUBLICIDADE
Notícias

Bruno Soares ganha duplas do Aberto da Austrália com irmão de Murray

12:26 | 30/01/2016
NULL
NULL
A parceria entre Bruno Soares e Jamie Murray acaba de ser formada, mas não demorou a dar resultado: o brasileiro e o escocês levantaram o troféu do primeiro Grand Slam que disputaram como dupla, ao derrotar na final o canadense Daniel Nestor e o tcheco Radek Stepanek, neste sábado, em Melbourne. A final foi bastante disputada, mas Soares e Murray souberam se recuperar da perda do primeiro set para vencer o jogo de virada, por 2-6, 6-4, 7-5, em 2h19 de jogo.

Foi o primeiro título de ambos nas duplas masculinas de um Grand Slam. Bruno já tinha no currículo o bicampeonato no US Open, mas nas duplas mistas (2012-2014). No masculino, o brasileiro bateu na trave em 2013, quando amargou o vice-campeonato no US Open, jogando com o ex-parceiro, o austríaco Alexander Peya.

O mineiro de 33 anos ainda pode sair da Austrália com outro caneco, já que disputa na final das duplas mistas neste domingo, ao lado da russa Elena Vesnina, contra o americana Coco Vandeweghe e o romeno Horia Tecau. A campanha excepcional de Bruno no US Open é mais uma prova de que o tênis brasileiro vive grande fase nas duplas, com Marcelo Melo liderando o ranking da modalidade.

No ano passado, Melo tinha se tornado o primeiro brasileiro a conquistar um Grand Slam nas duplas masculinas, quando triunfou em Roland Garros, ao lado do croata Ivan Dodig. Bruno e Marcelo devem representar o Brasil no torneio de duplas dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, mas terão que ficar de olho no parceiro de Soares, Jamie Murray, que jogará ao lado do irmão Andy, número dois do mundo de simples.

Em novembro, os escoceses acabaram com um jejum de 79 anos sem títulos da Grã-Bretanha na Copa Davis. A festa da família Murray pode ser completa no domingo, se Andy derrotar o sérvio Novak Djokovic na final masculina, antes de voltar para casa para acompanhar o nascimento do primeiro filho.

AFP
TAGS