PUBLICIDADE
Notícias

Promotores italianos pedem que balsa grega volte à Itália

17:20 | 30/12/2014
Promotores italianos pediram que a carcaça da balsa grega Norman Atlantic volte à Itália como parte da investigação criminal sobre o caso. Eles disseram nesta terça-feira que outros corpos podem ser encontrados dentro do navio quando ele for devidamente vasculhado.

Autoridades gregas também anunciaram que vão investigar o incêndio. No entanto, os italianos conseguiram trazer o caso para sua jurisdição ao argumentar com a Albânia que o dono e o capitão da embarcação são italianos.

Mais de 400 pessoas foram resgatadas da balsa, que está à deriva há três dias perto da costa da Albânia. Dez corpos foram encontrados.

O promotor de Bari, Giuseppe Volpe, afirmou que é provável que se encontre mais corpos no navio porque existem evidências de que imigrantes também estavam entre os passageiros. Dois afegãos e um sírio estavam entre as 49 pessoas que desembarcaram em Bari na segunda-feira. Um deles já pediu asilo político, disse Volpe.

As buscas pelos demais desaparecidos continuam sendo realizadas em meio às discussões sobre qual o número exato de passageiros a bordo da balsa na hora do acidente. Segundo a Marinha italiana, um barco com 180 sobreviventes continua na região para ajudar nos esforços. Fonte: Associated Press.

TAGS