PUBLICIDADE
Notícias

Polícia de Berkeley diz que rapaz apontou arma para policial antes de ser morto

20:20 | 30/12/2014
Uma investigação interna da polícia confirmou que um rapaz de 18 anos apontou uma arma para um policial que atirou nele até a morte no estacionamento de uma loja de conveniência no subúrbio de St. Louis, no estado americano do Missouri, na semana passada, disseram autoridades nesta terça-feira.

O chefe de polícia Berkeley, Frank McCall, disse que várias testemunhas disseram à polícia que Antonio Martin apontou a arma para o policial, que não foi identificado. O policial deu alguns passos para trás e disparou três tiros. Um atingiu Martin, declarado morto minutos depois.

O oficial respondia a um chamado por furto em 23 de dezembro. De acordo com McCall, Martin combina com a descrição do suspeito, porém não se sabe se ele tinha quaisquer itens roubados com ele, porque a polícia do condado de St. Louis está investigando essa parte do caso.

Novos protestos seguiram o tiroteio, o terceiro de um suspeito negro por um oficial branco na região desde a morte de Michael Brown, de 18 anos, por um policial em Ferguson em 9 de agosto. Cerca de 60 pessoas se reuniram novamente na segunda-feira na loja de conveniência e, em seguida, marcharam por uma rodovia. Ninguém foi preso, mas a polícia fechou a rodovia por duas vezes.

Ao contrário do tiro de Brown, que estava desarmado, câmeras de vigilância gravaram a morte de Martin. No dia seguinte a polícia divulgou um vídeo que mostra Martin levantando a arma para o policial, de acordo com a corporação. Fonte: Associated Press.

TAGS