PUBLICIDADE
Notícias

Varejista suíça se desculpa por embalagem com rosto de Hitler

11:38 | 23/10/2014
Assim como o ditador alemão, o italiano Mussolini também aparece em rótulos de cápsulas de creme para café da rede Migros. Empresa anuncia recall do produto e classifica incidente como "imperdoável". A rede varejista suíça Migros causou polêmica ao vender cápsulas de creme para café estampadas com os rostos de Adolf Hitler e de Benito Mussolini. Nesta quarta-feira (22/10), a empresa se desculpou pelo ocorrido. "Pedimos desculpas por esse incidente imperdoável", comunicou a companhia depois que o portal de notícias 20 Minuten escreveu sobre os produtos controversos. A Migros disse que estava retirando os produtos do mercado e afirmou que rompeu o contrato com a Karo-Varsand, empresa suíça responsável pelo design dos rótulos com o rosto dos dois ditadores. As embalagens faziam parte de uma série com 55 estampas baseadas em rótulos vintage de charutos. Entre eles, havia alguns do período pré-Segunda Guerra que mostravam as imagens de Hitler e Mussolini. O diretor da Karo-Varsand, Peter Waelchli, disse estar surpreso com a repentina atenção da mídia. "Essas imagens fizeram parte da coleção Cigar Bands, que estão no mercado para colecionadores há dois anos", afirmou ele, observando que as fotos foram retiradas de um livro sobre rótulos vintage. Waelchli acredita que há pouca ou nenhuma diferença entre mostrar Hitler num filme e estampar o rosto do ditador numa cápsula de creme para café, mas acrescentou que a Karo-Varsand não está mais produzindo cápsulas com os motivos controversos. Os rótulos de cremes para café têm um status cult na Suíça, e as empresas alimentam essa paixão lançando regularmente edições e séries, que algumas vezes são disponibilizadas a colecionadores antes de serem distribuídos a cafeterias. Os polêmicos produtos com os retratos dos ditadores não estavam à venda na cadeia de supermercados Migros, mas eram servidos a clientes de cerca de cem restaurantes e cafeterias abastecidos pela gigante do varejo. Um total de 300 caixas da série, cada uma contendo 200 cápsulas, foi distribuído. As imagens de Hitler e Mussolini apareceram em cerca de 1.200 das cápsulas do lote. NM/afp/dpa
TAGS