PUBLICIDADE
Notícias

Morre paciente de ebola internado na Alemanha

06:36 | 14/10/2014
Sudanês foi contaminado na Libéria e trazido à clínica especializada em Leipzig há menos de uma semana. Apesar de tratamento intensivo, o funcionário da ONU não resistiu à infecção pelo vírus. O paciente infectado pelo ebola que estava em tratamento em Leipzig, no leste da Alemanha, morreu na madrugada desta terça-feira (14/10). O funcionário da ONU de origem sudanesa foi contaminado na Libéria e transportado para um hospital da cidade alemã na última quinta-feira. "Apesar do tratamento intensivo e de grandes esforços da equipe médica", o paciente, de 56 anos, não resistiu, anunciou o hospital St. Georg em comunicado. Trata-se da primeira vítima fatal do ebola no país. Outros dois pacientes infectados com o vírus já foram tratados em clínicas da Alemanha. O que estava internado em Hamburgo recebeu alta após cinco semanas de tratamento, enquanto o estado do paciente em Frankfurt é desconhecido. Com seis compartimentos para quarentena, o hospital em Leipzig é um dos sete centros de tratamento de doenças altamente contagiosas do país. Nesses locais, os doentes ficam internados em estações de isolamento, onde são acompanhados por médicos e assistentes que receberam treinamento especial. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia atual já deixou cerca de 4 mil mortos na África Ocidental. As potências do Ocidente temem que o surto se alastre. Os EUA intensificaram o controle em grandes aeroportos internacionais; e a União Europeia também estuda medidas adicionais em aeroportos para passageiros vindos do oeste da África. LPF/rtr/afp

TAGS