PUBLICIDADE
Notícias

Homem que matou 5 em acidente estava bêbado

17:00 | 21/10/2014
Investigadores russos confirmaram que o motorista envolvido no acidente de avião em Moscou estava bêbado enquanto trabalhava. A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo porta-voz do Comitê de Investigação da Rússia, Vladimir Markin. Segundo Markin, o homem dirigia um veículo de remoção de neve que estava na pista quando colidiu com um jato particular no aeroporto Vkunovo, na noite de segunda-feira. Após a colisão o avião pegou fogo.

O acidente matou o presidente-executivo da petrolífera francesa Total, Christophe de Margerie, os três tripulantes e o piloto. O motorista do veículo não se feriu. De Margerie morreu aos 63 anos e era um crítico das sanções contra a Rússia, adotadas pelo Ocidente em resposta à intervenção russa nos conflitos na Ucrânia. Ele alegava que essas medidas foram ruins para a economia global.

Por meio de um porta-voz, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que conhecia de Margerie há muito tempo e que mantinha contatos profissionais com ele. François Holland, presidente da França, divulgou um comunicado lamentando a morte do empresário. De Margerie se tornou CEO da Total em 2007 e três anos depois passou a ocupar a cadeira da presidência. Ele estava na empresa desde 1974. Fonte: Associated Press.

TAGS