PUBLICIDADE
Notícias

DW abre escritório na Nigéria

08:40 | 24/10/2014
Objetivo é ampliar cobertura sobre assuntos das Áfricas Ocidental e Central. Reorientação do canal de televisão em inglês prevê foco nos continentes africano e asiático. A diretora de programação da DW, Gerda Meuer, inaugurou nesta quinta-feira (23/10) o novo escritório da empresa em Lagos, na Nigéria. A unidade na maior cidade do país africano foi aberta para ampliar a cobertura sobre assuntos das Áfricas Ocidental e Central. "Lagos é o lugar para se estar na Nigéria", disse o cônsul-geral da Alemanha no país, Michael Derus, por ocasião da inauguração. A cidade é tanto o centro econômico e cultural quanto a metrópole midiática da Nigéria, afirmou. Com 10 milhões de habitantes, Lagos é a maior cidade da Nigéria e foi a capital desde a independência do país, em 1960, até 1991, quando foi substituída por Abuja. Meuer classificou a nova sucursal como um importante marco no processo de reorientação do canal de televisão em inglês da DW, cujo foco se voltará cada vez mais para a África e também para a Ásia. "Como parte das emissoras de direito público da Alemanha, a DW, com esse passo, cobre também uma lacuna na rede de correspondentes alemães na África", disse. Até o momento, as emissoras públicas alemãs tinham sucursais apenas em dois países da África Ocidental: Marrocos e Quênia. Meuer destacou que, como o novo escritório, a DW reforçará sua presença na Nigéria, onde está presente há mais de 50 anos. Segundo a diretora, a abertura da sucursal no país permitirá que a DW transmita uma imagem multifacetada do maior país da África, com mais de 170 milhões de habitantes. Os dois jornalistas da emissora que trabalharão na sucursal, Jan-Philipp Scholz e Adrian Kriesch, contarão com a cooperação de 18 correspondentes nigerianos. Scholz e Kriesch têm longa experiência com assuntos africanos. LPF/dw
TAGS