PUBLICIDADE
Notícias

Vendas do McDonald's caem em agosto por escândalo de carne estragada

Além do McDonald's a fábrica acusada também abastecia outros gigantes do fast-food como Yum!, Burger King, Papa John's Pizza, Starbucks e 7-Eleven

12:30 | 09/09/2014

As vendas da rede de fast-food americana McDonald's caíram em agosto devido ao escândalo de carne estragada que afetou seus restaurantes na Ásia, uma situação que também impactará em seus lucros trimestrais, reconheceu a empresa nesta terça-feira, 9.

A divisão regional da Ásia/Pacífico, Oriente Médio e África (APMEA) registrou um retrocesso de 14,7% em suas vendas de agosto, depois que em julho esta queda foi de 7,3%.

[SAIBAMAIS2]

Isso se deve principalmente ao "recente problema com a carne, que afetou muito os resultados de vendas na China, Japão e em outros mercados" desta região, explicou a companhia em um comunicado.

As autoridades de Xangai fecharam em julho uma fábrica da Husi Food, filial do produtor americano de alimentos OSI que abastecia, entre outros, o McDonald's, e que é acusado de ter misturado carne estragada com carne fresca e voltado a etiquetar produtos vencidos.

A Husi Foods também tinha entre seus clientes outros gigantes do fast-food como Yum!, Burger King, Papa John's Pizza, Starbucks e 7-Eleven.

Entre as perdas em vendas e os gastos destinados a manter a confiança dos consumidores, o McDonald's estimou nesta terça-feira que o impacto negativo sobre o lucro líquido por ação do terceiro trimestre deste ano seria entre 15 a 20 centavos, em comparação com os 1,52 dólares que alcançou no mesmo período do ano passado.

O McDonald's havia previsto em julho que o escândalo da carne vencida afetaria sua previsão de vendas anuais, para as quais esperava até então estabilidade.

 AFP

TAGS