PUBLICIDADE
Notícias

Estado Islâmico ameaça EUA em novo vídeo

12:40 | 17/09/2014
O grupo extremista Estado Islâmico divulgou um vídeo na noite de terça-feira alertando os Estados Unidos que os militantes rebeldes estarão esperando as tropas norte-americanas no Iraque. Possivelmente, o material foi lançado em resposta aos comentários do chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, Martin Dempsey, sobre uma possível ação em solo caso a estratégia de ataques aéreos no território iraquiano fracasse.

O vídeo de 52 segundos intitulado "Chamas da Guerra" mostra militantes explodindo tanques e imagens de soldados norte-americanos feridos. Na sequência, mostra o presidente Barack Obama afirmando que as tropas de combate não vão retornar ao Iraque, encerrando o trailer com a frase "a luta apenas começou".

Na terça-feira, Dempsey afirmou em discurso ao senado norte-americano que recomendaria ao presidente Obama o uso de tropas em solo caso a estratégia aérea não se provasse efetiva. "Para ser claro, se chegarmos ao ponto em que acreditamos que nossos assessores devem acompanhar as tropas iraquianas em solo em ataques contra alvos específicos do Estado Islâmico, eu irei recomendar isso ao presidente", disse.

O vídeo foi divulgado pelo centro de mídia Al Hayat do Estado Islâmico e foi apresentado como um trailer de um material maior que pode ser lançado em breve. O grupo opera uma sofisticada máquina de propaganda com técnicas de produção avançadas, usando as redes sociais para transmitir batalhas, bombardeios e decapitação de prisioneiros para uma audiência global. A estratégia visa aterrorizar os adversários e recrutar soldados no exterior. Recentemente, o grupo divulgou três vídeos mostrando a decapitação de dois jornalistas norte-americanos e um voluntário britânico. Fonte: Associated Press.

TAGS