PUBLICIDADE
Notícias

EUA bombardeiam posições do Estado Islâmico no Iraque

O ataque foi realizado por dois aviões caça-bombardeiros F/A 18 que lançaram bombas de 250 quilos contra uma peça de artilharia móvel do Estado Islâmico no Iraque, disse o Pentágono

10:53 | 08/08/2014
NULL
NULL

Dois aviões americanos lançaram ataques aéreos contra posições do Estado Islâmico no norte do Iraque depois que a artilharia disparou perto de funcionários americanos em Erbil, informou o Pentágono nesta sexta-feira, 8.

 "Aviões militares americanos lançam ataques contra a artilharia do Estado Islâmico. A artilharia foi usada contra as forças curdas que defendem Erbil, perto dos funcionários americanos", escreveu no Twitter o porta-voz do Pentágono, o contra-almirante John Kirby.

 O ataque foi realizado por dois aviões caça-bombardeiros F/A 18 que lançaram bombas de 250 quilos contra uma peça de artilharia móvel do Estado Islâmico no Iraque, disse o Pentágono. Esta peça de artilharia havia servido para bombardear as forças curdas em Erbil, capital da região autônoma do Curdistão, e colocava em perigo os funcionários americanos instalados na região, segundo Kirby.

 "A decisão de atacar foi tomada pelo centro de comando americano com a autorização do comandante-em-chefe", o presidente Barack Obama, acrescentou o porta-voz.
Após a ação americana contra as posições jihadistas, o chefe de equipe do exército iraquiano disse esperar que as tropas federais e as forças curdas peshmergas recuperem grandes extensões de terra.
"Haverá grandes mudanças em terra nas próximas horas", declarou o tenente-general Babaker Zebari à agência de notícias AFP.
Na noite de quinta-feira, 7, quando as forças curdas haviam se retirado, os jihadistas tomaram posições em Qaraqosh, situada entre Mossul, a segunda cidade do país e em poder do Estado Islâmico, e Erbil.
Obama havia advertido na quinta-feira os extremistas sunitas que em caso de avanço sobre Erbil seriam alvos de ataques aéreos americanos.

AFP

TAGS