PUBLICIDADE
Notícias

Militantes são presos após vídeo contra governo saudita

09:50 | 20/04/2014
A Arábia Saudita confirmou neste domingo que prendeu nove pessoas que haviam gravado vídeos críticos ao governo do rei Abdullah.

O grupo estava sob investigação por suspeita de ligações com organizações terroristas e por conta de "violações das leis aplicadas no reino", escreveu o porta-voz do Ministério do Interior, o general Mansour al Turki, em um e-mail enviado ao Wall Street Journal.

Desde o dia 22 de março, dezenas de sauditas publicaram vídeos no YouTube criticando a família real ou reclamando de baixos salários, corrupção e desemprego.

O primeiro vídeo, que foi visualizado por mais de 1,8 milhão de usuários, parecia incitar a violência. "Nós não somos incapazes de usar carros-bomba, irmão", disse o autor do vídeo em referência ao rei saudita.

Grupos de direitos humanos acusam a Arábia Saudita de uma crescente repressão sobre dissidentes. No início deste ano, o país, que combate a Al Qaeda e outras ameaças de segurança, ampliou e endureceu sua legislação contra oposicionistas. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS