PUBLICIDADE
Notícias

Coreia do Norte detém 2º norte-americano em 6 meses

13:00 | 27/04/2014
Um norte-americano de 24 anos foi detido na Coreia do Norte após ter declarado não ser turista e rasgado seu visto ao chegar ao país, segundo uma agência de turismo de Nova Jersey que organizou a viagem e que foi informada do episódio pelos guias que o acompanhavam.

Matthew Miller chegou à Coreia do Norte no último dia 10, numa viagem particular organizada pela agência Uri Tours, informou seu diretor John Dantzler-Wolfe, em e-mail enviado ao The Wall Street Journal neste domingo.

"Fomos informados que Miller rasgou seu visto na imigração e declarou 'não ser turista'", afirmou Dantzler-Wolfe na mensagem.

Na sexta-feira, a agência de notícias estatal norte-coreana informou que um norte-americano havia sido detido para averiguação após ter cometido uma "grave violação" da ordem legal do país. O turista foi identificado pela agência como Miller Matthew Todd, numa provável inversão acidental do nome do norte-americano.

Segundo Dantzler-Wolfe, Miller decidiu viajar apenas com guias norte-coreanos, o que é incomum e mais caro. Normalmente, as viagens de ocidentais ao país são liderados por guias estrangeiros e locais.

A detenção de Miller é a segunda de que se tem notícia de um cidadão dos EUA por Pyongyang nos últimos seis meses. O empresário norte-americano e veterano da Guerra da Coreia Merrill Newman foi preso durante viagem ao país no ano passado e só foi libertado cerca de dois meses depois.

Além disso, o missionário norte-americano Kenneth Bae está detido na Coreia do Norte desde 2012, por supostos crimes contra o Estado. Na ocasião, Bae liderava um grupo de turistas. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS