PUBLICIDADE
Notícias

Tiroteio em universidade no Texas foi gerado por briga

11:51 | 23/01/2013
Uma luta entre duas pessoas provocou o tiroteio em um campus da universidade Lone Star College System, localizado no condado de Harris, no Texas (EUA), que deixou três pessoas feridas, além de um funcionário da manutenção. Nenhuma das vítimas morreu, mas a saraivada de tiros logo após o meio-dia de ontem levou estudantes e outros pessoas a fugirem em busca de segurança e provocou temores de outro massacre, um pouco mais de um mês depois de 26 pessoas serem mortas em uma escola primária em Newtown, em Connecticut.

Funcionários do escritório do xerife do condado de Harris disse na noite de ontem que Carlton Berry, de 22 anos, tinha sido acusado por ataque agravado em tiroteio. Berry continuava hospitalizado, segundo os funcionários. As condições das outras pessoas envolvidas no tiroteio e do trabalhador da manutenção não foram reveladas.

As autoridades não forneceram detalhes sobre o que provocou a luta. Uma das pessoas envolvidas tinha um documento de identidade de estudante, afirmou o xerife do Condado, major Armando Tello. Uma quarta pessoa também foi levada para um hospital, disse ele.

O tiroteio ocorreu do lado de fora de um edifício acadêmico e da biblioteca. Um empregado chamou a polícia e então conduziu de 30 a 40 pessoas para uma sala pequena na biblioteca e disse a elas para se agacharem, afirmou Tello.

Ontem, Jed Young, um porta-voz da universidade, disse que um dos feridos era um dos atiradores, segundo um blog da CNN. O outro atirador fugiu e acreditava-se que ele não estava mais no campus na terça-feira.

A polícia esvaziou e fechou o campus após o tiroteio. O local foi reaberto no fim da tarde de ontem, e as aulas deverão ser retomadas nesta quarta-feira. As informações são da Associated Press.

TAGS