PUBLICIDADE
Notícias

Rebeldes sírios atacam base aérea do Exército

13:02 | 10/01/2013
Rebeldes sírios enfrentavam tropas do Exército no interior da base aérea de Taftanaz, no norte do país nesta quinta-feira, enquanto forças do governo combatiam redutos opositores nas proximidades de Damasco.

Em Bruxelas, um funcionário da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse na quarta-feira que a aliança detectou o lançamento de um míssil balístico de curto alcance no país. A fonte, que falou com a Associated Press em condição de anonimato, disse também que as forças de Assad dispararam mísseis balísticos contra áreas mantidas pelos rebeldes duas vezes neste mês.

De acordo com a fonte, todos os mísseis foram disparados de dentro da Síria e tiveram como alvo o norte do país. A aliança condena o uso de tais mísseis, dizendo que a medida mostra desprezo com a vida do povo sírio.

A agência estatal de notícias Sana disse que tropas do Exército combatiam unidades rebeldes em várias províncias em todo o país e nos subúrbios de Damasco. A agência afirma que as tropas estavam "infligindo pesadas perdas aos terroristas e destruindo suas armas e munições".

O governo sírio se refere aos rebeldes como terroristas que querem destruir o país e afirma que eles recebem apoio de países do Golfo e do Ocidente.

Nas últimas semanas, os rebeldes têm capturado grandes áreas do norte, ao longo da fronteira com a Turquia, e cidades e vilas do redor de Damasco. Os combatentes da oposição também invadiram várias bases militares e tomaram armas e munições das forças do governo, que atacam os rebeldes com aviões e helicópteros.

O grupo ativista Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, sediado em Londres, disse que os rebeldes entraram na base aérea de Taftanaz, na província de Iblib, no norte, na noite de quarta-feira e que os dois lados ainda combatiam nesta quinta-feira.

A Comissão Geral da Revolução Síria, uma rede de ativistas formada por sírios que ainda estão no país, informrou que helicópteros estavam jogando bombas explosivas na cidade de Taftanaz.

De acordo com o Observatório, o ataque foi liderado por combatentes do Jabhat al-Nusra, grupo islamita extremista que combate ao lado dos rebeldes sírios e é considerado uma organização terrorista pelos Estados Unidos.

Nesta quinta-feira, jatos do governo atingiram posições rebeldes na base de Taftanaz, afirmou o Observatório. Ataques aéreos também foram registrados no distrito de Ghouta, reduto rebelde perto de Damasco. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

TAGS