PUBLICIDADE
Notícias

Polícia captura matilha de cachorros que matou 3 adultos e um bebê

07:52 | 08/01/2013
REPRODUÇÃO/ TERRA
REPRODUÇÃO/ TERRA

A polícia da Cidade do México iniciou uma operação de captura de uma matilha de cães que matou em uma reserva ecológica quatro pessoas, entre elas um bebê e sua mãe, informou nesta segunda-feira a secretaria de Segurança Pública.
A Brigada de Vigilância Animal começou as capturas após a "descoberta de pessoas falecidas aparentemente por ataques de cães", indicou o organismo em um comunicado.

Por sua vez, o Ministério Público da capital disse em um comunicado que, "pelo tipo de lesões apresentadas nos corpos", pelos indícios em suas roupas e o local da investigação, estima-se que correspondem às produzidas pelo ataque de algum ou alguns animais, muito provavelmente do tipo canino.

A reserva ecológica aberta ao público se encontra no Cerro de La Estrella, no bairro popular de Iztapalapa, para onde todos os anos milhares de pessoas se dirigem às celebrações católicas da Semana Santa.

Os cadáveres da criança e da mulher foram encontrados no dia 29 de dezembro; no dia 5 de janeiro foram encontrados os de dois jovens, um homem e uma mulher.

Todos os pertences das vítimas permaneciam no local, razão pela qual a secretaria de Segurança Pública descartou que pudessem ter sido assassinados por roubo, por exemplo, e depois mordidos por animais.

A brigada capturou até essa segunda-feira "7 machos, 10 fêmeas e 8 cachorros que utilizavam cavernas e fendas como tocas", indicou o organismo.

 

AFP

TAGS