PUBLICIDADE
Notícias

Morre o ex-goleiro uruguaio Mazurkiewicz

07:58 | 02/01/2013
AFP
AFP

O ex-goleiro uruguaio Ladislao Mazurkiewicz, ídolo do Peñarol e da seleção nacional nas décadas de 60 de 70, melhor jogador da posição na Copa do Mundo de 1970, faleceu na madrugada desta quarta-feira.

"Acaba de acontecer o falecimento de Ladislao Mazurkiewicz. Não tenho palavras, apenas tristeza imensa, QEPD", escreveu no Twitter o também ex-goleiro Fernando Alvez.

Mazurkiewicz, de 67 anos, foi hospitalizado há duas semanas por complicações respiratórias e problemas renais.

O goleiro integrou o time da época de ouro do Peñarol, que conquistou a Copa Libertadores da América e a Copa Intercontinental de 1966.

Mazurkiewicz foi o titular da seleção uruguaia em três Copas do Mundo: Inglaterra-1966, México-1970 e Alemanha-1974.

Na Copa de 1970, o Uruguai foi derrotado pelo Brasil por 3-1 na semifinal, em uma partida marcada por dois lances espetaculares de Pelé.

No primeiro, com um drible de corpo, ele passou pelo goleiro uruguaio mas chutou para fora em uma das jogadas mais bonitas e mais lembradas do Mundial. No segundo, após uma cobrança de tiro de meta ruim, o rei do futebol chutou de primeira para tentar surpreender o uruguaio, mas Mazurkiewicz se recuperou e fez uma grande defesa.

O Uruguai terminou o Mundial em quarto lugar e Mazurkiewicz foi eleito o melhor goleiro da competição.

Para o soviético Lev Yashin, o 'Aranha Negra', considerado o melhor goleiro da história, o uruguaio era o seu sucessor.

O goleiro iniciou a carreira no modesto Racing uruguaio, antes de chegar ao Peñarol. Também defendeu o Atlético Mineiro, clube no qual conquistou o campeonato brasileiro de 1971.

Depois defendeu Granada (Espanha), Cobreloa (Chile) e América de Cali (Colômbia).

Mazurkiewicz se aposentou em 1981 e depois trabalhou como treinador de goleiros do Peñarol.

 

AFP

TAGS