Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Clássico-Rei: mais um confronto entre torcidas é registrado em Fortaleza

A confusão foi flagrada por moradores e passageiros de ônibus

Uma briga de torcidas momentos antes do Clássico-Rei entre Fortaleza e Ceará causou tumulto em bairros de Fortaleza. Vídeos flagraram a ação criminosa envolvendo vândalos que atiraram pedras em ônibus. Os casos foram registrados nos bairros Autran Nunes, Genibaú e Antônio Bezerra

Nos pontos em que as torcidas se encontraram houve confusão, pedradas e agressões. Quem passava pelo local, seja de ônibus, a pé ou trafegando em carros, se viu diante de uma guerra. Os moradores, assustados, gravaram imagens. 

A Polícia Militar anunciou, na última quarta-feira, 23, a participação de 491 agentes das forças de segurança do Ceará para atuar dentro e fora do Castelão. Participariam profissionais do Comando de Policiamento do Choque, equipes da Força Tática, Batalhão de Policiamento de Meio Ambiente e Regimento de Polícia Montada, além do Comando de Policiamento de Rondas e Ações intensivas e Ostensivas. Além do estádio, a corporação havia anunciado ações nos terminais de ônibus, nas sedes de torcidas organizadas e em locais próximos à Arena Castelão, onde aconteceu a partida.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Já a Polícia Civil disponibilizou o efetivo de 16 agentes, entre delegados, escrivães, inspetores e técnicos. O Corpo de Bombeiros manteve 24 profissionais. Ainda houve o patrulhamento aéreo por meio da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar