Participamos do

Papa Francisco recebe imagem de São José entalhada por artista cearense

Arcebispo presenteou o papa durante visita dos bispos cearenses a Roma. Artesão Glailton da Silva de Sousa já esculpiu imagem de Santa Dulce dos Pobres medindo 1,80 metro

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques, presenteou o papa Francisco, durante viagem ao Vaticano, com uma escultura de São José entalhada pelo artista cearense Glailton da Silva de Sousa, na Visita ad Limina Apostolorum dos Bispos do Ceará em Roma. A visita foi iniciada dia 6 e se estende até a próxima segunda-feira, 16.

“Gostaria de levar ao Santo Padre uma lembrança, imagem de São José, padroeiro do Ceará. Conhecendo seu trabalho, pensei em pedir um trabalho seu. Será muito significativo que um jovem pai de família possa ser o autor”, contou Dom José Antônio ao artesão Glailton. O artista é nascido em Caridade, a 97 quilômetros de Fortaleza.

A estátua entregue ao papa Francisco demorou cerca de 25 dias para ser feita, sem a pintura e foi esculpida em madeira de cedro com o tamanho de 38 centímetros. O artesão conta que a inspiração para seu trabalho é a lembrança do seu passado precário, passando fome, e o medo da família passar por isso em algum momento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dependendo do tamanho da peça, Glailton utiliza o cinzel ou a motosserra para o corte ou talho da madeira. A maior obra que já esculpiu foi uma imagem de Santa Dulce dos Pobres, medindo 1,80 metro, com olhos de vidro em cedro policromado e envelhecido.

Glailton da Silva de Sousa é natural de Caridade, localizada a 97 quilômetros de Fortaleza. O trabalho de esculpir na madeira começou a partir da curiosidade, aos 21 anos. “Eu sempre fui um cara muito curioso, um dia eu vi um senhor fazendo uma colher de pau e eu falei para mim mesmo que saberia fazer. E como eu já sabia desenhar e pintar, ficou muito mais fácil começar a entalhar. Minha primeira peça foi um jumentinho de madeira”, recorda Glailton, que fez desta arte o sustento para a sua família.

A visita ad Limina Apostolorum dos bispos cearenses em Roma foi iniciada dia 6 e se estende até a próxima segunda-feira, 16. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar