Participamos do

Gripe: postos de saúde de Fortaleza estão com doses da vacina em falta

O POVO esteve em três postos para acompanhar o processo de imunização da população. Em dois postos foi identificada falta do imunizante
11:56 | Dez. 27, 2021
Autor Levi Aguiar
Foto do autor
Levi Aguiar Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Entre janeiro e o dia 20 de dezembro deste ano, os 116 postos de saúde de Fortaleza realizaram 238.746 atendimentos por síndrome gripal. Desde o início da campanha contra a Influenza, no início deste ano, até a primeira quinzena de dezembro, 789 mil doses de vacina contra a gripe foram aplicadas. Os casos da doença estão aumentando e, nesta segunda-feira, 27, O POVO esteve em três postos para acompanhar o processo de imunização da população. Em dois postos foi identificada falta do imunizante.

As unidades visitadas foram posto Paulo Marcelo, no bairro Centro; posto Miriam Porto Mota, no Dionísio Torres e posto de Saúde Irmã Hercília Aragão, no São João do Tauape. A situação nos locais é de muita procura por atendimento, com filas e relatos de espera por até três horas por atendimento. Em um dos postos O POVO apurou que há ainda desfalque de atendimento médico em decorrência de profissionais doentes.

Questionada sobre a oferta dos imunizantes, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que estará disponibilizando o imunobiológico nos postos de Saúde da Capital, até o encerramento do estoque, tendo como público-alvo qualquer residente de Fortaleza a partir dos seis meses de vida.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Atendimentos nos postos de saúde da rede municipal de Fortaleza.
Atendimentos nos postos de saúde da rede municipal de Fortaleza. (Foto: Thaís Mesquita/ O POVO)

A SMS explicou ainda, em nota, que a vacina contra a gripe é diferente dos outros imunizantes, pois a dose é aplicada sob campanha, anualmente. Dessa forma, de acordo com a Secretaria, já era esperado que os imunizantes acabassem, para que o Ministério da Saúde possa iniciar outra campanha no ano de 2022.

Atendimentos nos postos de saúde da rede municipal de Fortaleza.
Atendimentos nos postos de saúde da rede municipal de Fortaleza. (Foto: Thaís Mesquita/ O POVO)

*Com informações de Gabriel Borges

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags