Participamos do

"Que seja condenado a pena máxima", diz mãe de Stefhani sobre julgamento de feminicídio

O julgamento de Francisco Alberto Nobre Calixto Filho acontece nesta terça-feira
17:27 | Dez. 06, 2021
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A mãe de Stefhani Brito, dona Rose Brito, relatou, em entrevista ao O POVO, que aguarda pena máxima para o Francisco Alberto Nobre Calixto Filho, acusado do feminicídio que vitimou Stefhani no dia 1º de janeiro de 2018. O julgamento de Alberto acontece nesta terça-feira, 7, no fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza.

"Eu tenho fé em Deus que vai dar tudo certo. Tenho fé em Deus que vai me dar grande vitória nessa luta que vai fazer quatro anos. Espero que ele seja condenado a pena máxima e que não tenha liberdade para nada. Ele foi cruel com minha menina", relata.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dona Rose afirma que acompanha e busca Justiça em relação ao caso desde o dia do crime. "Está sendo doloroso passar por isso de novo. Eu venho acompanhando desde o início e lutando para que a gente consiga. Nossa Justiça é muito falha em algumas coisas. Espero que esse júri seja fiel à Justiça, que condene ele. Eu queria que o júri se colocasse no meu lugar como mãe. Eu perdi um dos seres mais preciosos", lamenta.

Nesta terça-feira, 7, a mãe e a família de Stefhani estarão presentes no julgamento. Ela afirma que foi delimitado o número de 10 pessoas da família para assistir a audiência, mas que do lado de fora outras pessoas e grupos de mulheres estarão presentes para dar apoio. "Só peço que nos deem apoio para conseguir superar mais essa passagem", finaliza a mãe.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags