Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Polícia cumpre mandado em loja pelo crime de racismo no Edson Queiroz

O mandado foi cumprido na tarde deste domingo, 19
23:33 | Set. 19, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Civil cumpriu, na tarde deste domingo, 19, um mandado de busca e apreensão em uma loja de departamentos no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza, para recolher os equipamentos de registros. Os mandados foram pedidos por conta de uma denúncia de crime de racismo.

O caso que teria ocorrido na última terça-feira, 14, quando uma mulher negra foi impedida de entrar no estabelecimento comercial sob alegativa de questões de segurança. A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará (SSPDS) não citou o nome da loja.

LEIA MAIS| Após chamar ambulante de "macaca", mulher é presa em flagrante por injúria racial na Praia do Futuro

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo a Polícia, mesmo questionando e pedindo mais explicações acerca da conduta do funcionário, a vítima seguiu recebendo negativas e sendo impedida de permanecer na loja. Após o registro da ocorrência, apurações foram realizadas e as imagens do local foram requisitadas, porém, a loja se recusou a fornecer o material.

Diante do ocorrido, houve a representação pelo mandado de busca e apreensão junto ao Poder Judiciário. Com a decisão deferida, os policiais civis foram até a loja para dar cumprimento a busca e apreensão. O material deve subsidiar as investigações que estão em andamento.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags