Participamos do

Jovens realizam limpeza da Praia do Pirambu neste sábado

Mutirão marca o Dia Mundial da Limpeza de Praias, Rios e Lagoas e faz parte de uma série de ações desenvolvidas por coletivos da comunidade
15:00 | Set. 18, 2021
Autor Marcela Tosi
Foto do autor
Marcela Tosi Repórter de Cotidiano
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Para um grupo de adolescentes do bairro Pirambu, em Fortaleza, a manhã deste sábado, 18, foi momento para missão importante: recolher lixo deixado na praia. Desde as 8 horas, jovens de coletivos comunitários promovem o encontro “É o limpa!”. A atividade marca o Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios, lembrado a cada ano no terceiro sábado de setembro.

“A gente era só um grupo de teatro e agora a gente vem fazendo essas ações, para incentivar a população a cuidar do que é nosso por direito, incentiva a manter o nosso ambiente limpo para a segurança de todos”, explica Suzy Martins, participante do coletivo LGBTQIA+ Alium, um dos organizadores do dia de coleta de resíduos. Das casas em frente ao ponto de encontro para a limpeza, saíam jovens dispostos a ajudar da coleta na praia e donas de casa interessadas em trocar material reciclável por mudas de plantas medicinais e ornamentais.

Segundo Suzy, a atividade é a terceira do tipo organizada pelo coletivo. "Na primeira ação, estivemos com seis pessoas. Na segunda, vieram 25. E hoje a gente percebe que tem um engajamento maior", conta. "Aqui sempre tem muito resíduo. Garrafas, plásticos, calçados... A gente procura recolher e separar o que é reciclável e o que não é."

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para Dudu Costa, do coletivo de jovens artistas Trup’irambu, é importante que a juventude ocupe esses espaços. "É um protesto para que governo, prefeitura e entidades vejam que aqui precisa desse olhar e desse cuidado", afirma. "Como não tem essa ação, a gente toma essa iniciativa de conscientização da comunidade."

A ação deste sábado integra uma série de atividades que, neste ano, estão sendo apoiadas pelo projeto de fomento aos grupos e adolescentes dos territórios, organizado pelo do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) Ceará. "São ações autônomas da comunidade e nós apoiamos, atuando na promoção de direitos, políticas públicas, formação política", expõe Renata Fernandes, arte educadora, moradora do Pirambu e assessora comunitária do Cedeca. A atividade teve ainda apoio da Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (Seuma).

Outras ações em Fortaleza e no Ceará

Também em alusão ao Dia Mundial da Limpeza de Praias, Rios e Lagoas, a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) promove neste sábado, 18, uma campanha educativa nas áreas de entorno dos recursos hídricos, com a participação de 33 municípios, e nas Unidades de Conservação (UC) estaduais. Veja a programação

Na Capital, catadores do projeto Re-ciclo realizaram a limpeza de resíduos na Praia de Iracema. Durante a manhã de limpeza da orla, voluntários e catadores foram do Hotel Sonata e até o Poço da Draga. “Esse tipo de atividade não tem importância apenas no lixo recolhido, mas no engajamento da sociedade, mostrando que o descarte errado de resíduos é um malefício que retorna para a própria população”, pontua a titular da Seuma, Luciana Lobo.

Dia da Limpeza de Praias, Rios e Lagoas

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema), a campanha foi criada pela Rede Nacional de Educadores Ambientais, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento de 1992 (Eco-92). Desde 1993, o Governo realiza campanhas de educação ambiental nas áreas do entorno dos recursos hídricos, sobretudo aqueles localizados nas Unidades de Conservação.

O principal objetivo é sensibilizar a população para a proteção dos recursos hídricos por meio do engajamento da comunidade local para o cuidado com o meio ambiente. A ideia é ser o exemplo do cuidado necessário com a água e com a vida no planeta. Nas ações de limpeza, os resíduos são coletados por tipo (recicláveis e orgânicos/rejeitos), contribuindo para difundir a coleta seletiva como uma prática diária.

Esta campanha ocorre em consonância com o Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), considerada a maior ação cívica de proteção ao meio ambiente, convergindo esforços para um mesmo propósito. A organização estima que 180 países, 1.200 cidades brasileiras e 50 milhões de voluntários já participaram das ações.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags