Participamos do

Maior amarelinha do Brasil é instalada em Fortaleza com 400 quadradinhos para pular

Intervenção urbana tem o objetivo de convidar população a ocupar espaços da cidade, além de ser uma aposta para melhorar a segurança viária do entorno do centro cultural
14:49 | Ago. 14, 2021
Autor Alexia Vieira
Foto do autor
Alexia Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Do início ao “céu”, um jogo de amarelinha geralmente tem 10 quadradinhos para serem pulados. No entanto, a versão pintada no entorno do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza, nesta sexta-feira, 13, é 40 vezes mais desafiante. Com 400 quadradinhos e 180 metros, as ruas próximas ao centro cultural agora têm a maior amarelinha do Brasil.

O jogo chama atenção não só pelo tamanho, mas também pelo design vibrante e colorido. A sinalização faz parte da iniciativa Cidade da Gente da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), que promove a priorização do pedestre e da segurança viária nos espaços públicos da Capital.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os técnicos começaram a pintura na sexta-feira para que a população já possa usufruir do espaço neste fim de semana. A amarelinha tem início na rua Almirante Tamandaré, continua na rua Dragão do Mar e termina na rua Almirante Jaceguai.

"Estamos concluindo, fazendo mais brincadeiras lúdicas no espaço. Assim surgiu a ideia de fazer uma grande amarelinha, que é uma brincadeira muito conhecida. Sempre que fazemos algo mais diferente, atrai a criançada", explicou Diego Veras, coordenador de mobilidade urbana da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), ao O POVO na sexta-feira.

Outras intervenções urbanísticas

 

O projeto Cidade da Gente iniciou intervenções nas ruas do entorno do Centro Dragão do Mar ainda em 2018, com ruas pintadas, jarros de plantas e bancos. A ideia é inspirada em ações urbanísticas realizadas em São Paulo, Bogotá, capital da Colômbia e Mumbai, cidade da Índia. Além de renovar a sinalização das ruas, a AMC defende que as zonas que recebem esse tipo de iniciativa ficam mais seguras para pedestres, ciclistas e pessoas com deficiência.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags