Participamos do

Cadela grávida é baleada e morta no José Walter; imagens fortes

Segundo o vídeo publicado nas redes sociais, homem matou a cadela porque o animal estava latindo
08:42 | Jul. 30, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

*Imagens Fortes

Uma cadela grávida foi baleada e morta na noite dessa quarta-feira, 29, no bairro José Walter, em Fortaleza. Em vídeo divulgado nas redes sociais e realizado pelo homem que atirou contra o animal, a população se revolta contra o atirador. O motivo: ele baleou o animal porque ele estaria latindo na rua. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O POVO ouviu o relato de uma pessoa que estava no momento, que não será identificada por segurança. De acordo com a testemunha, ocorria um bingo quando a ação aconteceu. Um homem, vestido com a farda da polícia, caminhava até o local quando encontrou com o animal na rua, que latiu contra ele. O suposto agente não teria gostado do latido e, por essa razão, teria sacado a arma e atirado contra a cadela, que estava grávida e veio a óbito. Tudo teria acontecido próximo a um posto policial.

Ainda de acordo com a testemunha, logo após a ação, uma viatura chegou e tirou o possível agente do local. Outros policiais teriam ainda tentado pegar o projétil da cena do crime, mas a própria população evitou que isso acontecesse. Revoltados com a morte da cadela, populares atearam fogo em depósitos de lixo como forma de protesto. A pessoa ouvida pelo O POVO contou ainda que os agentes que chegaram na cena não fizeram nada para investigar o fato, nem sequer colheram relatos de quem estava presente.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que a Polícia Civil apura as circunstâncias de uma ocorrência registrada no bairro, que resultaram na morte de uma cadela e em um princípio de incêndio em depósitos de lixo. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e conteve as chamas. Segundo equipes do 21º Batalhão da PM, os militares da base de policiamento ouviram estampidos de disparos de arma de fogo vindos de um local próximo e acionaram reforço de viaturas motorizadas. Foram realizadas buscas, mas não foram localizados suspeitos nem indícios do crime.

Instantes depois, populares levaram uma cadela baleada até a base policial informando que teria sido morta por um integrante da corporação, de acordo com os policiais. O fato é apurado pela PM. Em relação à investigação, a Polícia Civil, por meio Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), iniciou os levantamentos para apurar o suposto crime ambiental, enquanto o 8º Distrito Policial (DP), unidade policial da área, apura o suposto incêndio criminoso.

Colaborou a repórter Gabriela Almeida

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente