PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Campanha de combate ao trabalho infantil terá atividades em todas as regionais de Fortaleza

A iniciativa "Precisamos agir agora para acabar com o trabalho infantil" ocorrerá através de atividades presenciais e online entre os dias 15 e 30 de junho

Marília Freitas
10:47 | 15/06/2021
Crianças trabalhando na Praça do Ferreira (Foto: Evilázio Bezerra)
Crianças trabalhando na Praça do Ferreira (Foto: Evilázio Bezerra)

Do dia 15 ao dia 30 de junho, a Prefeitura de Fortaleza mobiliza campanha em alusão ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, implementado no dia 12 de junho. Através da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), a iniciativa "Precisamos agir agora para acabar com o trabalho infantil" consiste em ampla divulgação para proteger e defender o direito das crianças e adolescentes.

As atividades ocorrerão em todas as regionais, incluindo abordagens sociais em cruzamentos, entorno de shoppings, praças e outros locais com recorrências de casos de trabalho infantil. Serão realizadas, ainda, rodas de conversa on-line, palestras e exibição de vídeos elaborados por profissionais da área nas redes sociais. Realizada anualmente, o objetivo da campanha é conscientizar a população de Fortaleza sobre os prejuízos físicos, psicológicos e sociais para crianças submetidas ao trabalho precoce.

As denúncias podem ser feitas por meio do Plantão do Conselho Tutelar de Fortaleza, pelos telefones 3238-1828 ou 98970-5479 ou pelo Disque 100. A ligação é gratuita, anônima e com atendimento 24 horas todos os dias da semana.

A data foi instituída como referência ao dia da leitura sobre o tema na Conferência do Trabalho, que ocorre todos os anos em Genebra, na Suíça. No Brasil, a data passou a valer seis anos depois, com a Lei 11.542 de 12 de novembro de 2007.

Trabalho infantil é aquele que priva crianças e adolescentes de vivenciar seu pleno desenvolvimento físico, mental e emocional, seu potencial e sua dignidade, expondo meninos e meninas a situações de risco e vulnerabilidade social, tais como uso de drogas, vivência de rua, abuso e exploração sexual. 

Programação

15/06 - Roda de conversa on-line com a historiadora Janaína Costa, com o tema "Trabalho infantil doméstico" (10h)
15/06 – Abordagem social nas imediações dao cruzamento das avenidas Aguanambi e Soriano Albuquerque
15 e 17/06 – Abordagem social nas imediações do North Shopping Bezerra de Menezes e do RioMar Kennedy
16/06 – Abordagem social no cruzamento das avenidas Washington Soares e Edilson Brasil Soares
16/06 – Oficina do projeto aos Olhos do Pai com famílias acompanhadas pelo Creas
17/06 – Abordagem social na avenida Senador Virgílio Távora
17/06 – Abordagem social nas imediações do supermercado Carrefour Maraponga
18/06 – Abordagem social no cruzamento das avenidas Bernardo Manuel e Perimetral
18/06 – Roda de conversa virtual com os profissionais da assistência social
30/06 – Participação no webinar promovido pela Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, com o tema "Os desafios na erradicação do trabalho infantil em época de pandemia"