Participamos do

Centro é o bairro mais fiscalizado em ações contra a Covid-19 em Fortaleza

De 24 a 26 de maio, a Agefis realizou 296 ações. Foram 25 autuações por descumprimentos às medidas sanitárias e 28 atividades ou eventos irregulares encerrados por promover aglomerações
12:47 | Mai. 28, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Centro de Fortaleza é o bairro que recebeu mais fiscalizações desde o início do ano, com 2.427 ações realizadas pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). "A maior parte das fiscalizações e autuações está ligada aos protocolos de prevenção à Covid-19. Fazemos as nossas ações com base nas denúncias e também nos boletins epidemiológicos semanais que mostram quais são os bairros com maiores índices da pandemia", explica Laura Jucá, superintendente da pasta, em entrevista à Rádio O POVO CBN na manhã desta sexta-feira, 28.

"A prevalência de ações no Centro se deve às características do bairro, onde a atividade econômica é muito predominante", alega a superintendente. "A gente tem uma dificuldade muito grande de fiscalizar [as ações para prevenir] a Covid, cada vez mais", lamenta.

Ela aponta que, em 2020, as pessoas estavam "cumprindo mais o decreto" e que o ano de 2021 tem sido mais difícil. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Veja os bairros mais fiscalizados em Fortaleza em 2021:

  • Centro: 2.427 ações
  • Aldeota: 908 ações
  • Meireles: 839 ações
  • Parangaba: 616 ações
  • Jangurussu: 597 ações

 

Regionais com mais multas

 

No mês de abril, a Regional 2 foi a que recebeu maior número de autos de infração, foram 76. Em seguida está a Regional V, com 68 autos lavrados. O menor número de infrações multadas foi a Regional I, com 27 autuações. Ao todo foram aplicadas 352 multas.

As ocorrências estão majoritariamente classificadas como infrações de posturas, que englobam falta de licença sanitária, falta de alvará de funcionamento, falta de licença para obras e descumprimentos aos decretos de enfrentamento à pandemia. Infrações relacionadas a obras e ao comércio ambulante também estão entre as mais flagradas pelo órgão.

 

Fiscalização integrada

 

De 24 a 26 de maio, a Agefis realizou 296 ações de fiscalização. Foram 25 autuações por descumprimentos às medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19. Houve ainda 28 atividades ou eventos irregulares encerrados por promover aglomerações. O balanço da fiscalização foi apresentado em live, nas redes sociais da Prefeitura, na tarde dessa quinta-feira, 27.

A ação ocorre por meio de denúncias e de busca ativa nos estabelecimentos comerciais e locais públicos. Denúncias de irregularidades podem ser feitas por meio do aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e iOS), do site denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e do telefone 156.

As operações contam com a participação da Inspetoria de Proteção Ambiental (Ipam), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags