PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Profissional de saúde é agredida com tapa nas costas durante vacinação em Fortaleza

A vítima acredita que a agressão ocorreu por racismo e divergência ideológica. Ao O POVO, ela contou detalhes sobre o episódio da tarde deste sábado, 24, no shopping Riomar Fortaleza

Luiza Ester
14:02 | 25/04/2021
Agente de saúde e auxiliar de enfermagem de Fortaleza é agredida durante campanha de vacinação (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Agente de saúde e auxiliar de enfermagem de Fortaleza é agredida durante campanha de vacinação (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Um homem branco de cerca de 60 anos agrediu com um tapa nas costas uma profissional de saúde negra durante a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Fortaleza. O caso aconteceu na tarde do último sábado, 24, no shopping Riomar Fortaleza. A agente de saúde e auxiliar de enfermagem do Programa de Saúde da Família (PSF) conversou com o O POVO sobre o episódio, que resultou em um Boletim de Ocorrência (BO).

A vítima, que não quis se identificar, foi convocada para compor o quadro de profissionais da campanha de vacinação no shopping Riomar Fortaleza, no bairro Papicu.

O movimento era intenso no drive-thru à tarde. De acordo com a auxiliar de enfermagem, quando o senhor chegou para se vacinar, ele disse: “Eu sou muito forte”. Como de costume, a profissional de saúde respondeu: "Que bom”. Na sequência, conta a vítima, ele ergueu a voz e disparou: “Eu não tenho medo de vacina!”. Quando a agente se virou para preparar a dose do imunizante, sentiu o tapa nas costas. “Eu sou agressivo”, afirmou o homem.

“Não consegui ter reação”, disse a vítima ao O POVO. Quando o homem foi embora, a profissional de saúde foi atendida por seus colegas e assistida pela Guarda Municipal. Ela aguarda retorno do Boletim de Ocorrência.

Racismo e divergência ideológica

 

A auxiliar de enfermagem acredita que a agressão foi motivada por racismo e divergência ideológica. Na ocasião, ela estava vestida com uma blusa de cor vermelha, que estampava os seguintes escritos: “Eu defendo o SUS” (Sistema Único de Saúde).

“Estou muito abalada, muito triste. Na hora, eu não estava acreditando que isso estava acontecendo comigo. Quando alguém agride alguém que a gente ama, a gente revida. Mas, quando é com você, você fica sem reação”, desabafou.

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), "a vacinação contra a Covid-19, neste sábado (24/04), ocorreu dentro do horário previsto, de 9h às 17h, sem interrupções, em todos os 63 locais destinados para a aplicação do imunobiologico". A pasta confirma que, no centro de vacinação instalado no Shopping RioMar Fortaleza, integrantes da equipe de vacinação do município foram vítimas de agressões físicas e verbais.

"Mesmo diante da ocorrência, a equipe aplicou a vacina no agressor e, após a conclusão da manipulação do imunológico, registrou a agressão em boletim de ocorrência", continua a nota da Secretaria. "A Prefeitura de Fortaleza acompanha e apoia a investigação do caso pelos órgãos competentes", conclui.