PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Maternidade Escola cadastra novas doadoras de leite; unidade tem 50 bebês internados

Para doar, as mães devem estar saudáveis, amamentando o bebê normalmente e com excesso de leite

Marcela Tosi
19:25 | 21/02/2021
DOAÇÃO de leite beneficia
 recém-nascidos que não podem ser amamentados pelas próprias mães (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
DOAÇÃO de leite beneficia recém-nascidos que não podem ser amamentados pelas próprias mães (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

A Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (Meac) está cadastrando de novas doadoras. Segundo a unidade, o Banco de Leite Humano conta atualmente com 30 litros de leite humano pasteurizado para amamentar 50 bebês internados na Unidade Neonatal da unidade, que tem demanda diária de cinco litros. 

SOBRE O ASSUNTO | O ato de doar em meio à pandemia

LEIA TAMBÉM | Conheça dúvidas, mitos e verdades acerca da doação

Para doar, as mães devem estar saudáveis, amamentando o bebê normalmente e com excesso de leite. Também é necessário não estar tomando medicação incompatível com o aleitamento. Vale lembrar que é contraindicada a doação no caso de mulheres com sintomas compatíveis com síndrome gripal, infecção respiratória ou confirmação de Covid-19.

Caso more em Fortaleza, a maternidade vai buscar o leite na casa da doadora.

Tem como missão incentivar, proteger e promover o aleitamento materno, diminuindo, assim, os índices de mortalidade infantil. Para tanto, necessita da doação de leite humano, a ser destinado aos bebês prematuros, com infecção grave, baixo peso ao nascer e com alergias a outros leites, e cujas mães não conseguem amamentar. Todo o leite coletado é processado, pasteurizado e passa por um controle de qualidade.

SERVIÇO

Banco de Leite Humano da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand

Horário: funciona das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira

Endereço: rua Coronel Nunes de Melo, s/n, bairro Rodolfo Teófilo.

Mais informações pelo telefone (85) 3366-8509.